sábado, 16 de novembro de 2013

Abertura trilha Marco 22 a Garganta 235

Todo estrupiado, entrou para a série POR QUE MEU DEUS????? POR QUE??
A idéia e analise do percurso a ser aberto foi do Élcio, ajudei na navegação com o novo trajeto virtual e muita força, pqp, foi gasto muita energia nisso, além de grana nas fitas, gasolina etc.
Essa trilha é o final da travessia normal, Bolinha / Graciosa.
Descendo do Agudos e chegando a Garganta 235, que fica no meio do vale entre Cotoxós e Tangará.
Depois do 235 até o marco 22 era feita 70% dela andando no rio, onde ficava meio tenso e demorado.
A idéia do projeto era deixar esse trecho mais rápido e mais seguro, andando o menos possível no rio.
Participantes: Elcio / Mildo / Leandro (2 investidas) / Miguel/Débora (1 investida)
Segue alguns pontos sobre a trilha que acho válido:


* começa/termina no marco 22, na estrada da Graciosa, no mirante o pessoal abre as 08:00 e fecha as 18:00, então seu caso fica solo antes e depois desse horário, o plano B, é deixar o carro no Espalha Brasa (Morro do Sete), aumenta a pernada até lá, mas o carro fica seguro, combinando o horário com ele.
* na parte inicial até chegar no rio, não mexemos na trilha, apenas algumas marcações onde achamos necessário e remoções de galhos e vegetação maior sobre a trilha
* tem árvores gigantes que caíram sobre a trilha, não tem como tirar
* a trilha é selvagem, quando está seca uma beleza, quando molhado, pqp, além de tenso muito perigoso, a trilha é selvagem, com muitas folhas pelo chão, aquilo molhado é um sabão
* tem água de sobra, é só levar garrafinha pequena ou caneca, hehehehe
* vc cruza vários rios afluentes, vai molhar a pata
* foi cortado o ponto TÓTEM - era um V desnecessário, fizemos um corte onde economiza tempo e perna
* a parte nova ainda cruza e anda pequenos trechos do rio algumas vezes, não teve jeito, mas onde anda são bons lugares
* foi mantido os pontos Piscina I e Piscina II, um ótimo lugar para dar um tibum
* a Cachoeira do Salto Mãe Catira e Dique Diabásio, são os pontos mais bonitos, mas muito bonito mesmo
* essa Serra, tem muitos rastros de caçadores e palmiteiros
* cuidado ao subir e descer a cachoeira, ponto crítico
* após o Dique, a trilha rende um monte, foi um belo corte, e o terreno ajudou também, nesta parte a trilha com alguns afluentes
* a trilha segue, marcamos um ponto, saída da Débora, ela que achou um bom ponto de passagem do rio e foi marcado um ponto para acampamento, demos o nome de acampamento Lima, onde a lima de afiar o facão do Élcio, sumiu como num passe de mágica, e foi aparecer na mochila milagrosamente, hehehehe
* após esse acampamento a trilha ainda rende bem
* a parte final, ahhhhh essa parte final, demoramos umas 5 horas para avançar 400 metros, é mole ou quer mais, Vietnã dos infernos, terra de ninguém, TAQUEUSPA, quando não era o inferno dos bambus, era o terreno, era pirambeira inacessível, tivemos que contornar um monte, não ficou legal essa parte, mas era o que tínhamos por fazer, segundo o Élcio poderá ser feito uma tentativa seguindo mais de perto o rio, abrindo a trilha perto do rio até encontrar um ponto da nova trilha, mas isso vai ficar mais pra frente
* na teoria é uma coisa, a prática é outra, pelas curvas de nível, sabíamos que iríamos enfrentar, mas na realidade, foi muito, mas muiiiiiiiito pior
* foram gastos muitos metros de fitas, aliás fica a dica, são fitas de demarcação AMARELAS
* as melhores marcas de fitas: 3M / Adere / Vonder - nessa ordem
* eu achava que falava palavrão, mas o Élcio ganha
* para se ter uma idéia, da garganta até o marco 22, ontem, estávamos muídos, cansados e demoramos menos de 5 horas com 3 paradas, sendo que o normal demoravam 7 horas, então o serviço valeu a pena, acreditamos que podem ser feitos em 4 horas
* no ponto Garganta 235 (ponto do vale entre Tangará e Cotoxós) - tem um livro "cume" que o pessoal do Nas Nuvens novinho por lá
* fiz Bivaque pela primeira vez e não curti, não durmi direito e amanheci com o beiço inchado, foi picada de algum inseto, me deu uns calafrios e febrão lazarento, de bater o queixo
* aceitamos sugestões e elogios, as críticas não serão aceitas, pois se fodemos de mais por lá, tentamos fazer o melhor e sabemos que tem coisas a melhorar, gastamos grana com muitas fitas e gasolina, e o principal, muita energia.
* qualquer nova informação que achar necessário, vou acrescentando e atualizando

Isso ae, boas pernadas.

Valeu Élcio / Leandro / Miguel / Débora / Yves

Seguem alguns álbuns das investidas.





8 comentários:

  1. Mildo, agora você está num nível de companhia e aventura top com esses camaradas das montanhas da serra do mar! Sucesso prá você nas suas investidas.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Vlw Otávio, a trilha já foi de bom uso.

      Excluir
  3. Grande Mildo!
    Como já falei antes e em eoutros canais, um grande e belo trabalho! Não é todo munod que se dispõe a estudar e abrir novos percursos por aqui. Parabéns aos envolvidos. Merecem vocês todos o reconhecimento e uma boa rodada de pizza com um bom vinho (ajudo a comer e a pagar) - aguardo o convite para ouvir as histórias... Rsrs!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ae. A trilha não foi feita na louca. Muito estudo de curva de nível. Mas uma coisa é certa, na teoria é uma coisa na prática é muuuuuito diferente, umas quiçassas de assustar qquer caboclo. Tem coisas a melhorar, já sabemos onde, mas o principal já foi feito.

      Excluir
  4. É isso ai parceiro agora ta na elite...
    Parabens pela conquista....
    Antes do fim do ano passo por ai pra assinar esse caderno cume, e ver se tua assinatutra ta lá mesmo ou se foi tudo photoshop...kkkk
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Dae Mildao..susse. Tem o Track??
    Moove

    ResponderExcluir