domingo, 9 de outubro de 2011

Trilha da Ambulância - tenso

Trilha da Ambulância, tiras perdidas e diversão garantida ou seu dinheiro de volta.

Pedalantes Alexandre (ex pançudinho), Clodoaldo (leva câmera reserva com 5 furos hehe), Luiz bixxxxxxxxxxo, Nelson (Pexe- o FANFARRÃO)e Mildão.

Esse pedal, estava na lista dos afazeres a muito tempo, recebi o convite da turma da aventura e muque. Fomos de carro até entrada de Morretes, ali começa a peleja.

De cara, uma estradinha e subida morro acima, subidão de 10 km - Subida do Rio Sagrado. Subidão longo, mas totalmente pedalável, tudo estradinha.

Aqui o Pexe já soltou as tiras e as tiras da sapatilha, hehehe. O Alexandre nas subidas fica surdo, mudo e cego, só girando, :D.
De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância


O legal dessa trilha é que você passa por vários rios, então nem tente economizar o molhado na sapatilha, é na brutal mesmo.

De Trilha da Ambulância


O troxo fica lazarento, quando você entra na trilha, aí o bicho pega. Trilha pesada, muitos trechos de pedras, rios, erosões naturais e também, muita devastação causada pelas chuvas que teve na região no início deste ano, um cenário triste, onde comprovamos a tragédia que ocorreu na região.

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância


A primeira parte da trilha é mais fechada, onde paramos no Rio Canasvieira para rango, aqui que me fodi, levei um atum em óleo, nunca levem isso para pedalar, tem que levar atum light em água. A parte final da trilha, passei mal, mas fiquei aguentando, uma hora tinha que passar, o óleo pegou pesado, parecia que tinha um bigorna na barriga, ância de vômito e tudo mais, suava frio, mas SEMPRE SORRINDO.
De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

Quando chegamos no final da trilha, ainda meio mal, só sonhava com uma coca gelada pra queimar o lazarento do atum com óleo que fervia.

Após a trilha, tem que tomar cuidado, pois se não passa reto, os destroços da ambulância, fica ao lado de um casebre, ao lado da estrada.

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância


Seguimos para a estrada da Limeira, tomamos umas cocas bem gelada, aqui já estava bem melhor. Foda eram os borrachudos, puta que pariu.
No buteco da Limeira, também houve mudanças, o rio agora sem pedras e a ponte pêncil, foi pra pau também.
De Trilha da Ambulância


Nada de sanduíche hidráulico, pão com mortadela e queijo. Eu que pensava que levava muita comida, depois que vi a mochila do Alexandre, fiquei mais tranquilo, hehehehehe.

Agora só faltava a subidinha da Limeira, quem vem de brinde neste pedal. Antes, muitas pedras soltas, agora, muita terra, areia e devastação, mas os lazarentos deixaram ainda o subidão, poderiam ter aliviado um pouco, hehehe, né bixxxxxxo?

Começamos a subida, já com um calor do cacete, suava pra caramba, ainda bem que a bigorna na barrida sumiu, subimos num ritmo ótimo, já cansados e estava quente, quem subiu rápido demais foi o fanfarrão do Pexe.
De Trilha da Ambulância


De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância

De Trilha da Ambulância


Após a subida, um decisão daqueles, neste lado do morro continua igual, estradão batido de terra.

Depois mais uns 20 km até o posto finalizando o super pedal.
São 60 km com altimetria de 1200 mts, e muita carrega bike, pedal nível médio sempre sorrindo, entrando para a lista top do Mildão.

Agradeço o convite do pessoal da aventura, e a compania pelo super pedal.

Depois mais a noite, recebi a mensagem do Clodoaldo, tiveram de ser guinchados e voltaram de táxi, mais uma aventura para eles.

Valeu Alexandre, Clodoaldo, Luiz e Nelson.

Segue relato do Luiz bixxxxxxxxxxo

Chapas Luiz bixxxxxxxxxxo

Minhas chapas -
Trilha da Ambulância


Track Trilha da Ambulância - GPSies - Ambulância

isso ae

mooooooooooooooooooooooooove

8 comentários:

  1. Cara, para de comer peixe podre! Faz como o Stulzer, só alface!

    ResponderExcluir
  2. Agora você sabe o que aquele sanduíche hidraulico me causou... O troço fica tenso.

    Na próxima perninhas melhores, ai eu vou.

    ResponderExcluir
  3. Boa a da Kombi! Agora é afiar o facão pra torre da prata!

    ResponderExcluir
  4. Mildo, só faltou enchente prá igualar o passeio do Heron. Fica a pergunta qual a história da ambulância? Porque ela foi parar lá?

    ResponderExcluir
  5. tou achando que nao eram cocas...
    eram umas cachaças...

    ResponderExcluir
  6. ola, ultima vez que fiz a ambulancia, uns 5 anos atrás,, tinha no final da trilha uns vigias armados por ali. Parece que não existe mais isso?
    abs
    marcelo

    ResponderExcluir
  7. Olá realmente um caminho muito legal. Porém não conseguimos fechar a trilha. Já tentemos duas vezes. Uma vindo pela estrada da limeira e outra subindo a serra. Na descida não achamos a trilha.
    Vcs tem previsão de fazer novamente? Se forem fazer,gostaria de ir junto...(41) 91950449. Mandem uma msg...
    Valeu Forte abraço
    Matheus

    ResponderExcluir